Alerta à Humanidade

O que podemos aprender com o Coronavírus? Por que há pessoas que estão tremendamente desesperadas e outras não? Quem são as pessoas imunes a tudo isso?

Sob o meu ponto de vista, acredito que esse vírus veio para dar um grande chacoalhão na humanidade... cerca de 90% das pessoas ainda estão vivendo adormecidas, sem rumo, sem propósito... viciadas em fofocas, televisão e notícias negativas. Nunca pararam para refletir o que estão fazendo aqui na Terra, de onde vieram, aonde querem chegar, o que precisam melhorar no seu interior... simplesmente vivem um dia após o outro, realizam um trabalho que detesta para continuar se sustentando, ou sustentando coisas e pessoas que não lhe agradam.

Quem são as pessoas que não foram afetadas pelo vírus? As que já haviam "acordado", decidiram olhar para dentro, fizeram e fazem a sua parte, buscam aprender coisas novas, querem sempre crescer e melhorar o que já está indo bem, não deixam os problemas para trás, atualizam-se constantemente... Ou seja, todos os trabalhadores que possuem negócios inovadores, via internet, seja loja virtual, delivery, cursos... ou qualquer outro ramo que possa ser entregue online ao cliente ou ao consumidor. Alguns até podem ter aumentado suas vendas, atingido clientes tradicionais que só compravam pessoalmente e ter tido tempo para reformular seu negócio. 


Já foi dito que daqui a alguns anos não existirão mais lojas físicas... restarão apenas estabelecimentos essenciais: alimentação, farmácia, açougue, serviços e entretenimentos (sendo que dois deles já havia explicado neste post que essas coisas não existem em mundos mais evoluídos). 

Será que esse vírus foi uma prévia do que existirá no futuro deste planeta? Será que estamos sendo evoluídos na marra? Será que as pessoas só irão evoluir no rigor? Será que isso foi um alerta indireto do Universo para os trabalhadores que ainda insistem em continuar num trabalho ultrapassado?


Uma outra abordagem em relação ao Coronavírus está no próprio nome "Corona" lembrando o chacra coronário... ou seja, pensar, refletir, meditar, expandir a mente, ser flexível, aberto, inovador, conectar-se com a própria alma e com o Criador, não esquecer de trabalhar primeiro as coisas espirituais e depois as coisas materiais (o homem tem feito ao contrário). E se a pessoa tiver o chacra cardíaco bem equilibrado e desenvolvido, ficará imune a qualquer coisa negativa - pessoas, ambientes, magia negra, feitiços, provocações, vírus, bactérias... Madre Teresa, por exemplo, cuidou dos leprosos e nunca pegou a doença deles porque desenvolveu muito amor no coração pelo trabalho que fazia.

Se o seu trabalho foi afetado de alguma forma pelo Coronavírus, pare, reflita, pense no tipo de serviço que faz... será que poderia melhorar, fazer de outro jeito, aperfeiçoar, tentar novos horizontes, buscar novos clientes, formar parcerias ou mudar a forma de divulgação? Será possível continuar no mesmo ramo, diversificar ou tentar novos caminhos? Lembre-se que nada é para sempre. Certas atividades do passado podem não funcionar mais no mundo moderno. É preciso se desapegar, ser flexível e expandir a mente a novas ideias.

Paula Teshima


São Paulo, 7 de abril de 2020 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.