Como Desenvolver um Amor Puro e Verdadeiro

Quando falamos em amor não estamos nos referindo apenas à sexualidade. E sim ao amor puro, sublime, positivo, universal, verdadeiro a tudo e a todos.


Dizem que a melhor forma de aprender a amar é amando...mas como podemos podemos fazer isso?


Não conseguimos amar algo ou alguém se primeiro não nos amamos de verdade. O que significa nos amar de verdade? É ter amor-próprio, se respeitar, dar limites, vigiar e selecionar tudo o que deixamos entrar pelos nossos cinco sentidos, é saber dizer não quando necessário, é não aceitar qualquer coisa, enfim, é cuidar muito bem de si mesmo. É cuidar do nosso tempo sagrado. O maior presente que recebemos de Deus. 

Para fazermos isso com maestria e nos amarmos de verdade, precisamos gostar de nós mesmos do jeitinho que somos, com nossas virtudes e limitações, do nosso passado mesmo tendo sido difícil, respeitar e honrar nossos pais, mesmo que tenham acontecido coisas desagradáveis, é amar a sua história, o seu passado, porque isso tudo que fez com que você chegasse hoje até aqui. Encare os erros, falhas, perdas, desentendimentos... como grandes oportunidades de aprendizados, crescimentos e evoluções. 


Mas para que isso tudo aconteça, é preciso passar pelo processo de autoconhecimento, entender o que você veio fazer aqui, qual o seu propósito, qual o legado que você deve deixar aqui na Terra, quais são os seus valores e crenças, por que você nasceu nessa família, aplicar as leis do Universo a todo momento, conhecer basicamente como funciona a mente humana, ser curioso e ir em busca de respostas e verdades. Aos poucos, esclarecimentos importantes vão surgindo e seu passado sendo explicado. Dessa forma, com esse entendimento, o perdão a si e aos outros se torna possível, a mágoa que você tinha dos seus pais vai sendo dissolvido, a não aceitação de ser ruiva, baixinha e míope vai reduzindo... Quanto mais entender as causas de um determinado traço ou comportamento, mais fácil será a prática do perdão, da aceitação e da gratidão.

Quando você passa a elevar a sua frequência vibracional ao nível do amor e da gratidão, algo interessante acontece. Ao invés de ficar com raiva do seu chefe, impaciente com seu pai, irritado com a lerdeza daquela senhora ou frustrado com a ignorância de certas pessoas, você passa a sentir compaixão, piedade e aceita o jeito que elas são, sem querer mudá-las ou corrigi-las para que sejam iguais a você e se sinta bem. Os seja, a luz do amor ilumina toda a sombra e escuridão que ainda há no seu ser, transmutando tudo o que está negativo. Você passa a enxergar o lado belo e positivo de tudo. Mas para que isso ocorra de verdade, não é tão fácil. É preciso trazer muita luz e conhecimentos corretos para a sua mente e a sua consciência. Quanto mais lúcido ou acordado estiver, mais conexões e percepções obterá. E quanto mais estiver aberto e sintonizado com a nova frequência (5D) que está chegando à Terra desde 2012, mais estará com os seus chacras desbloqueados permitindo que essa luz entre no seu ser para que essa transformação ocorra no tempo certo.


Hoje, corremos atrás do dinheiro, dos bens materiais, medimos o grau de riqueza, liderança e prosperidade através das posses e conquistas de cada um. Mas, no futuro, essas coisas materiais perderão nosso interesse pois estarão tudo em abundância por aí. O amor e a gratidão, que são os sentimentos mais nobres que existem, serão os bens mais valorizados e desejados. Não haverá mais dinheiro físico nem virtual. A "moeda" de troca será medido o quanto cada um consegue fazer o bem aos outros, contribuindo na felicidade, paz e harmonia. Será lindo de ver... E somos nós que um dia iremos habitar nesse paraíso terrestre.


Paula Teshima

www.paulateshima.com

2 visualizações

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.