Cuidado com a sua Insensibilidade às Pessoas e aos Ambientes

Você se considera uma pessoa esponja? Absorve todas as dores e emoções das pessoas e dos ambientes ao seu redor? 


Se sim, não se preocupe nem fique chateado, pois isso é um bom sinal de alerta que o seu corpo lhe dá. 


Assim como a febre, todas os sintomas que você tiver, após absorver energias dos outros, são indícios de que algo não está legal, que você precisa se proteger mais, tomar alguma atitude, fazer o é preciso fazer para se manter saudável e equilibrado. 

Mas, se você não costuma se sentir mal ao encontrar certas pessoas, não altera seu humor ao entrar em certos ambientes, não sente emoções estranhas de repente, ou seja, você se considera uma pessoa mais insensível, tome muito cuidado, porque o seu corpo não está enviando esses alertas de aviso. 


No entanto, isso não quer dizer que você não absorve energias negativas. A não ser que você seja uma pessoa superpositiva, sempre alegre, feliz, alto astral... indo ao extremo da felicidade. Nesse caso, você acaba, automaticamente, criando um escudo protetor em torno da sua aura que impede a entrada de energias mais densas. Mas, se você é como a maioria das pessoas que não consegue ficar 100% do tempo vibrando altas frequências, você absorve, sim, sem perceber, as energias negativas que se acumulam no seu corpo porque você acaba não fazendo nada para se proteger nem eliminá-las. 

E como sabemos, o acúmulo de energias densas são um dos maiores causadores de dores e doenças no ser humano. 


Fazendo uma analogia, é como uma pessoa gorda e uma pessoa magra. Ambas comem a mesma quantidade de comida, porém, uma delas sofre consequências visíveis no seu corpo - acúmulo de gorduras, problemas cardiovasculares, pressão alta... e a outra pessoa não tem nenhum sintoma físico. 


Qual das duas tem que tomar mais cuidado na saúde, prestar atenção na alimentação e na prática de exercícios físicos? Claro que as duas têm que ficar atentas, mas, principalmente, a que não possui nenhum sintoma. O corpo desta não reage diante de tantas gorduras, açúcares, sal, glúten, fumo, bebida... por conta disso, ela vai agredindo cada vez mais suas células, órgãos, tecidos, ossos... 

Digo isso porque a pessoa que possui sintomas, já se cuida, porque não quer sofrer, não quer passar mal. Mas a outra pessoa, muitas vezes, não está nem aí, come porcarias e não há nenhuma consequência no momento. Provavelmente, é esse tipo de pessoa que, no futuro, de repente, será acometido por doenças mais graves, ou seja, quando os sintomas já estiverem bem intensos. 


Portanto, assim como cuidamos do nosso corpo físico, devemos cuidar também do nosso corpo energético para que não sejamos influenciados por energias externas que podem afetar nosso humor, nossa paz e nossa vitalidade. Nunca se esqueça de fazer exercícios de proteção energética, pelo menos uma vez ao dia, ou sempre que sentir necessidade. Cuide-se!

Paula Teshima

São Paulo, 11 de fevereiro de 2019 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.