• Paula Teshima

O Verdadeiro Motivo de Tanta Inveja

O principal motivo do aparecimento do sentimento de inveja e ciúmes é devido às comparações. Somos seres que comparam tudo, já percebeu? Comparamos o carro que o outro tem, a casa bonita do outro, o cargo que tal pessoa possui numa empresa, o celular da moda que alguém possui, o cabelo da outra, a roupa, o corpo… enfim, uma infinidade de coisas que comparamos conosco, vemos que não possuímos tal qualidade e nos sentimos com inveja ou inferiores. 


Segundo meus conhecimentos e estudos, as pessoas costumam sentir inveja somente quando não podem, ou não conseguem adquirir algo, ou ser igual à pessoa admirada. Agora quando a pessoa pode ter tudo o que ela quer, não há motivos para sentir inveja, ciúmes ou qualquer outro sentimento negativo. 

Se você analisar de um modo mais profundo, todo ser humano é capaz de conquistar todas as coisas que quiser ter, fazer e ser. Para isso é necessário muita disciplina, determinação, coragem, atitude, otimismo, confiança e muito conhecimento obtido através de horas e horas de estudo na área de desenvolvimento pessoal. 


É aqui que está a base de tudo para você primeiro se autodesenvolver, conhecer o seu propósito de vida, descobrir e realizar sua missão de vida, descobrir quais são seus gostos, qualidades e defeitos que você precisa trabalhar mais, ou seja, Ser primeiro a pessoa que você gostaria de ser – uma pessoa feliz, próspera, harmoniosa, amorosa, saudável, positiva, que tenha ótimos relacionamentos e muita paciência; para depois Ter, como consequência, a casa dos sonhos, um trabalho realizado com amor, o carro que deseja, o último smartphone lançado… 


Entenda que uma pessoa que sente muita inveja dos outros é uma pessoa com baixa autoestima, frustrada com sua vida, com sentimento de inferioridade e incapacidade, deprimida e pessimista… e esse sentimento está dentro dela. 

Como acabar com esses sentimentos negativos e se tornar uma pessoa mais positiva?


Curando e eliminando a causa. E qual é a causa? Insatisfação com sua própria vida. Com certeza, essa pessoa não realiza o trabalho com amor, não tem dinheiro em abundância, não tem relacionamentos harmoniosos, não consegue realizar seus sonhos, não se sente feliz, não tem paciência com as pessoas mais próximas a ela, não pratica exercícios de gratidão… enfim, ela não se conhece porque ela nunca estudou o comportamento humano nem como o cérebro humano funciona. Qual o motivo? Isso não é ensinado nas escolas nem divulgado nas mídias, então esse é o motivo pelo qual a maioria das pessoas não se sentem satisfeitas, plenas e felizes com suas vidas. 


Portanto, quando uma pessoa se autodesenvolve completamente, em todas as áreas da vida, ela começa a enxergar o mundo com outros olhos e para de culpar os outros pelas coisas negativas que lhe acontecem, para de culpar o governo, a crise econômica… e passa a entender e aceitar todos os problemas e desafios porque sem eles ela não poderia ter aprendido e evoluído espiritualmente. E uma pessoa com uma mente elevada jamais sentiria inveja porque ela tem consciência de que ela mesmo é capaz de conquistar e ser tudo o que ela quiser.


Paula Teshima

São Paulo, 29 de abril de 2016 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.