Os Animais Reencarnam?

Assim como os humanos, será que todos os animais reencarnam também? Já parou para refletir se o Pet que você tem hoje, é o mesmo ser de outras existências? São perguntas que despertam o interesse de muitas pessoas. E, seu Pet, sim, pode ser aquele que você conviveu há muitos anos atrás. 


Neste artigo foi explicado detalhadamente que os animais possuem alma. Então, eles passam pelo processo de sucessivas reencarnações. 

Por que os Animais Reencarnam? 

O objetivo principal de uma alma querer voltar a um corpo material é para ela poder ter aprendizados e experiências que só são possíveis num mundo material como a Terra. 


Todos os seres vivos nascem com a mesma alma, carregados de todas as experiências e acontecimentos do passado, porém, adquirem um corpo totalmente novo. É indefeso, desajeitado, pequeno, mas saudável e pronto para continuar evoluindo. Ou seja, é uma nova oportunidade que o Criador nos dá para corrigirmos os erros do passado, limparmos os Karmas e traumas negativos, e ascendermos ao caminho da iluminação. 


No caso dos animais domésticos, que estão num grau evolutivo maior que os animais selvagens, eles reencarnam em busca de mais conhecimentos e experiências. Já, uma alma animal mais inferior, uma hora reencarna num leopardo para ter a experiência de ser um caçador, outra hora encarna num jacaré para ter a experiência de ser um jacaré, e assim por diante. 

Processo de Reencarnação dos Animais 


O processo de reencarnação dos animais é bem semelhante ao dos humanos. Logo após sua morte, a alma deles ainda fica perto dos seus donos e no ambiente em que vivia. Por isso, pessoas mais sensitivas conseguem ainda sentir o Pet no local, ter sensações e ouvir ruídos. No entanto, isso não dura por muito tempo, porque os animais não possuem Karmas a resgatar. Eles não têm que ficar refletindo as besteiras que fizeram na última vida, não tem que perdoar ninguém, não tem que curar a raiva que sentia do dono, ou seja, eles retornam praticamente limpos ao plano astral, mas cheios de experiências enriquecedoras. 


Depois de se desapegarem totalmente da Terra, eles chegam aos planos superiores, se juntam aos outros seres da mesma espécie levando todos os aprendizados e experiências que adquiriram. É como se existisse um “bolsão” dos cachorros, um “bolsão” dos gatos, um “bolsão” dos tigres… cada vez mais esse “bolsão” acumula informações relevantes e, de lá, após milhares e milhares de reencarnações de uma espécie avançadíssima, terão condições suficientes de surgir uma nova alma do reino hominal. 

Como os animais ou seus mentores espirituais entendem o processo evolutivo em questão, eles sentem uma necessidade enorme de querer voltar logo para a Terra. Querem aprender mais e mais. Eles não ficam muito tempo no período entre vidas. De 10 a 30 dias, normalmente, já estão de volta para a Terra, ou em outro planeta ideal para sua evolução. Portanto, há uma grande chance de você ter o mesmo Pet que já conviveu. 

Reencarnar é ir Adiante 


A alma que está inserida num cachorro, por exemplo, nunca irá, nas próximas vidas, reencarnar num corpo de um elefante. Isso é contra a evolução natural. Nada regride. Tudo está indo para frente, nem que seja um pouquinho. Na verdade, essa alma não precisa voltar a ser um elefante, pois ela já foi um elefante em vidas passadas, já teve essa experiência, já passou desse nível. Não tem porque ela voltar a aprender coisas que já sabe muito bem. Como eu disse, eles tem pressa. 


Isso nos mostra que, provavelmente, já fomos de tudo nessa vida, ou ainda estamos tentando nos aprofundar pelas experiências de sermos gordo, magro, alto, baixo, pobre, rico, negro, branco, mendigo, japonês, alemão, careca, fazendeiro, médico, corretor… E os animais também. Os cães e gatos, que são considerados atualmente os animais mais evoluídos do reino animal, já foram um hipopótamo, um bezerro, um touro, uma cobra, uma aranha, uma formiga… 


Quando estivermos plenamente conscientes de que os Pets não estão aqui para apenas nos dar carinho, amor e alegria, mas, sim, ajudar a evolução de ambos, teremos cumprido o verdadeiro papel de ser um dono de um animal. Nesse papel, além dos cuidados básicos do Pet, está incluso também a nossa reforma íntima. É estar consciente em curar as inferioridades da alma para transmitirmos energias mais saudáveis a eles. Assim, prolongaríamos a sua expectativa de vida, resultando em mais experiência, sabedoria e, talvez, menos necessidade de reencarnações. Benefício para ambos.


Paula Teshima

São Paulo, 24 de agosto de 2016 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.