Por que os Cães Vivem Pouco Tempo aqui na Terra?

Você ficou ou ainda está muito triste que o seu Pet foi embora? Não entende por que eles vivem pouco tempo? Gostaria que vivessem mais? Tem certeza disso? Após a leitura do texto abaixo você irá mudar de ideia. E se compreender, irá aceitar a sua morte.

Segundo meus estudos, existem duas possibilidades:


1. POUCA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL DO SER HUMANO


Infelizmente, vivemos num planeta rodeado de energias mais densas, que fazem com que sejam afloradas muitas questões negativas ainda presentes no homem. Se este não se cura, acaba transmitindo consciente ou inconscientemente, seus pensamentos, suas emoções e suas atitudes negativas para os outros, inclusive para os animais. Como estes são seres muito sensíveis às energias, absorvem uma grande quantidade de vibrações inferiores, que, com o passar dos anos, vem a apresentar dores e doenças provenientes de tantas cargas densas dos seus donos.


Precisamos nos conscientizar de que vivemos muito mais num mundo espiritual do que num mundo físico. Trocamos e absorvemos energias o tempo todo. Se  antes de entrarmos no nosso lar, não limparmos as energias nocivas que trazemos da rua, quem irá fazer este serviço? Nossos Pets! Eles são tão solidários, querem sempre o nosso bem. Ou seja, eles retiram as energias negativas de nós e absorvem para eles. E como sabemos, energias negativas geram dores e doenças. Imagina seu Pet fazendo isso todos os dias… 


Quanto mais o homem aprende, cresce, evolui, cria, inova… a expectativa de vida aumenta. Aumentando também a vida dos seus Pets. 

Hoje, sabemos que quase 100% das dores e doenças que possuímos, são provenientes de emoções mal resolvidas que acumulamos ao longo dos anos. Não adianta ficarmos apenas ingerindo medicamentos químicos, pois este atua somente no corpo físico. Precisamos urgentemente expandir a consciência, abrir a mente para novas realidades, para novas formas de tratamentos naturais que atuam nos nossos corpos energéticos, pois é aí, que, geralmente, está a causa de muitas doenças.


2. PROCESSO EVOLUTIVO NO REINO ANIMAL


Você já reparou que, geralmente, quanto menos evoluído um ser é, menor é a sua expectativa de vida? Cachorros e gatos são as espécies consideradas mais evoluídas no reino animal. Eles querem aprender, crescer e ter diversas experiências. Eles tem ânsia em evoluir rapidamente. Ao contrário de muitos humanos que vivem dia após dia como zumbis, na zona de conforto, acomodados, sem propósito, sem brilho no olhar. 


Para os animais, não faz sentido ficar anos e mais anos aqui na Terra, vivenciando diversas situações se chega uma hora que não conseguem mais absorver novos aprendizados. Eles são sábios. Quando percebem, inconscientemente, que não tem mais capacidade de ajudar os humanos a evoluir, começam a se definhar, ficam doentes e vão embora, cedendo lugar a um outro animal, mais jovem, mais saudável. Observe que a morte não é uma coisa totalmente ruim. Na verdade, é uma forma do homem trabalhar seu apego, sua dependência, ter oportunidade de novos aprendizados, novas experiências, novos animais e continuar no processo evolutivo.


Imagine se você convivesse com o mesmo cão ou gato por 30, 50, 70 anos ou mais. Aproximadamente na metade da vida, ele já iria diminuir seu ritmo, sua energia, suas brincadeiras. Desse jeito, como ele irá evoluir a própria alma e ajudar na sua evolução? As chances são mínimas. Além de viver anos e anos de forma improdutiva.


Se você reparar, quanto mais ativo, mais agitado, mais curioso o seu Pet for, mais inteligente, mais sábio, mais evoluído ele é. Brinque, estimule, ajude seu querido companheiro a se desenvolver cada vez mais. Pois a finalidade real desse convívio é a evolução de ambos.

Paula Teshima


São Paulo, 2 de abril de 2017 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.