Por que Sentimos Raiva Quando o Pet Faz Algo que Não Gostamos?

Seu Pet vive aprontando e bagunçando a sua casa? Não aguenta mais ficar gritando, reclamando e dando broncas toda vez que ele faz algo errado? Não sabe como lidar com as emoções negativas que vêm à tona nessas horas? Saiba que ele está lhe ajudando, e que ao invés de reclamar, você deveria agradecê-lo por sentir essas emoções ruins.


Todo ser humano está encarnado aqui na Terra com a missão comum de evoluir a alma. Evoluir significa curar as emoções inferiores, encontrar e realizar seu propósito de vida, utilizar seus dons e talentos para se autoajudar, ajudar o próximo e ajudar o planeta Terra a evoluir cada vez mais. 

Quando o seu Pet faz algo que não lhe agrada, e vem à tona aquelas emoções intensas de raiva, frustração, impaciência… é exatamente isso que você precisa curar na sua vida. Ou seja, o Pet não cria a raiva em você, ele apenas aflora as emoções que já estão dentro de você, e que você vem reprimindo e guardando há muito tempo. Por isso, você deve agradecer o seu Pet por revelar aquilo que você não consegue enxergar. 

Como Lidar com as Emoções Negativas 

A primeira coisa que você tem que fazer é identificar que tipo de emoção ou sentimento você sente quando certas situações acontecem. Raiva? Frustração? Impaciência? Ciúmes? Falta de comunicação? Dependência? Depois, analisar qual foi o seu erro, o que ou como você deveria ter feito ou reagido. Para que da próxima vez, você faça da forma que acha correto. 


Não há uma forma de eliminar de vez as emoções negativas do nosso ser, mas há como substituí-las com emoções, pensamentos e atitudes positivas. Tudo aquilo que focamos colocamos mais energia e damos mais poder para que isso se expanda e aconteça de novo. 

Então, se você não quer que o seu cachorro suba no sofá, por exemplo, aprenda com um profissional como lidar com isso, coloque em prática, e depois esqueça isso. Evite ficar remoendo essa questão na mente, não fale para seus amigos, vizinhos, parentes. Quanto mais cabeças pensarem nisso, maior a energia e mais difícil será solucioná-lo. A não ser que você queira falar do quão comportado e manso seu Pet é, aí sim, espalhar coisas boas é válido, e irá fazer com que ele seja mais disso. Mas, utilize sempre o bom-senso e o equilíbrio. Porque, ser manso demais, indo ao polo extremo, não é saudável, e irá fazer com que ocorra limitações em outros aspectos. 

Gratidão 


Ao invés de ficar reclamando, lamentando, gritando, xingando seu Pet porque ele não faz as coisas direito, comece a olhar a questão com outros olhos. Pare de focar no lado ruim, e passe a focar no lado bom. Por mais ruim que seja, sempre tem algum aprendizado, um alerta, algo a ser melhorado. 


Reagir sempre com negatividade e continuar do jeito que está, não irá mudar nada. A situação irá voltar de novo trazendo mais conflitos e aumentando suas emoções negativas. O Universo vive lhe testando para ver até quando você aguenta ficar desse jeito. Se você ignorar e não fizer a sua parte, os alertas vão ficando cada vez mais intensos – no começo é uma dorzinha aqui, um incômodo alí, depois vem uma doença mais séria, um assalto, um acidente de carro em que você quase morre e fica preso a uma cama, mas, finalmente, começa a refletir sobre toda a sua vida. 


Não espere que o pior aconteça. Decida-se mudar antes que as leis naturais atuem na sua vida. Seja firme nas suas decisões e lute até o fim. Pratique a gratidão diariamente. Quanto mais você agradecer, mais coisas surgirão para você continuar a ser grato. 

Os Pets entram na nossa vida com a missão de nos ajudar a tornar um ser humano melhor. Já foi comprovado que as emoções negativas que acumulamos ao longo da vida, são os principais agentes causadores de muitas dores e doenças físicas. Como que uma pessoa irá conseguir ter novas ideias, explorar o mundo, ter foco, criatividade, inovação, realizar seu trabalho… se vive doente, preocupada com sua saúde, fragilizada, sem ânimo, sem energia para nada? 

Precisamos expandir a consciência, abrir a mente para novos conhecimentos e valores. Entender o significado da vida, o que estamos fazendo aqui, querer ter uma vida mais saudável, harmoniosa e próspera. Conseguimos isso quando tomamos a decisão de fazer a nossa reforma íntima, quando paramos de focar tanto nos outros e passamos a focar mais em nós mesmos. E descobrimos que há um monte de coisas mal resolvidas, desta vida e de vidas passadas. O trabalho é longo, difícil, demorado, que levará vidas e mais vidas para nos tornarmos seres iluminados, plenos, leves. Mas, não importa a sua idade, nunca é tarde para começar e alcançar a tão sonhada paz interior.


Paula Teshima

São Paulo, 13 de abril de 2017 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.