Qual o Significado dos Animais em Nossa Vida?

Você já parou para pensar por que o seu Pet apareceu na sua vida? Por que você escolheu esse animal e não outro para cuidá-lo? E por que parece que vocês têm tantas afinidades? Nada disso é por acaso. Entenda o verdadeiro significado de ter um Pet. 


Os animais, principalmente, os domesticados são uma gracinha, fofuxos, graciosos, brincalhões, peludos e alegram o ambiente. São verdadeiros, leais e bastante companheiros, sobretudo, para as pessoas que vivem nas grandes cidades, pois trazem a energia da natureza para dentro de casa. 


Nada acontece por acaso. Tudo tem um motivo. Tudo é energia. É a lei da ação e reação agindo constantemente na vida de todo mundo. Então, antes mesmo de você ter tido a ideia de adquirir um animal, o Universo, em conjunto com os mentores do seu Pet, já haviam programado como seria a nova reencarnação, quem seriam os donos, que tratamento iria receber, quanto tempo iria viver, como seria o ambiente em que proporcionaria aprendizado, crescimento e evolução. 

Tenha certeza que o animal que você cuida hoje é o que Deus lhe enviou como presente divino, porque ele confiou em enviar seu irmãozinho menor para você ajudá-lo no processo de evolução. Por isso, esteja bem consciente do seu papel, faça o melhor que puder. Você tem uma grande responsabilidade e o que menos você quer é decepcioná-lo. 

O principal objetivo dos animais em nossas vidas não é apenas nos divertirmos, ficarmos felizes, termos companhia, carinho e lealdade, mas é para, juntos, evoluirmos nosso ser. Evoluir significa nos tornarmos uma pessoa melhor, mais altruísta, bondosa, amorosa, expandir a nossa consciência, enfrentar nossos desafios, curar as inferioridades da alma. 

A cada interação que temos com os animais, aprendemos mutuamente, um ajudando o outro. Quanto mais evoluído o seu Pet for, mais ele terá condições de ajudá-lo a crescer na vida, e você também notará que a sua afinidade com ele será maior e mais intensa. Em casos como esse, é comum que hajam grandes problemas, irritações e impaciências no relacionamento. Geralmente, o seu Pet faz aflorar muitas coisas que estão mal resolvidas dentro de você – raiva, apego, frustração, falta de iniciativa, isolamento, tristeza… são emoções negativas que você tem que minimizar para ter uma saúde melhor. Afinal, o ser humano comum costuma evoluir através das adversidades que surgem, e não quando tudo está pacífico, agradável e fácil demais. 

Oportunidades 


Normalmente, quando você começa a ter uma vontade louca de ter um Pet, ou quando, de repente, você ganha ou encontra um animal por aí, significa que você está num momento de um novo ciclo. Ou seja, Deus vê que você está preparado para cuidar de um ser, aprender coisas novas, receber novas oportunidades, novas ideias, novos caminhos… ele confiou em você, olha que responsabilidade, portanto, faça a sua parte direitinho. 

Dê muito carinho, atenção, higiene, educação, passeios, vacinas, alimentação, brincadeiras, medicamentos, caminha, e o mais importante de tudo: amor – faça o chacra cardíaco do seu Pet se expandir! Eles querem aprender a sentir o amor que nós damos a ele. Para isso, envie todo o seu amor, presencialmente ou distância, não importa. Quanto mais enviar, melhor será sua saúde, sua energia e contribuirá para que ele evolua mais rápido. 

Seja Grato


Todos os dias, agradeça do fundo do seu coração a presença do seu Pet caminhando juntos aqui na Terra. Foque nas coisas boas que vocês já fizeram, no quanto ele é carinhoso, inteligente e companheiro. Honre a sua presença e seja grato ao Criador por ter te dado esse presente maravilhoso!

Paula Teshima


São Paulo, 24 de agosto de 2016 

www.paulateshima.com

6 visualizações

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.