Quando as Máscaras Caem

Chega um momento em que você percebe

Que tudo o que viveu era uma grande ilusão

Do ego, do Eu Inferior, do inconsciente

Que apenas queria

Te proteger, te facilitar e ter prazer

Sem se importar

Se a sua alma

Iria realmente apreciar

Máscaras caem

Verdades são reveladas

Lágrimas escorrem

Respostas são esclarecidas

E você olha para o passado

Achando que tudo aquilo

Era mil e uma maravilhas

Iludido pela própria mente

Fazendo um esforço danado

Para sustentar essa mentira

Para depois perceber

Que isso tudo era uma ilusão

E você não estava entendendo até então

Enquanto você não tiver consciência

Seu corpo será um instrumento 

Para te direcionar ao rumo correto

No entanto

Você reclama, fica frustrado e com raiva

Dos alertas que ele lhe dá a todo momento

Dores e doenças que não vão embora

Não se curam, não melhoram

Até que você amplie sua visão

Estude, leia, instrua-se

Daquilo que realmente necessita

Para fazer diferente

E mudar sua realidade


Porém

A mudança tem que ser verdadeira

Não adianta ignorar, fugir, evitar

É preciso encarar suas vontades

E através de novos paradigmas

Renunciar aos padrões antigos

Que estavam apenas

Agradando seu ego

Mas prejudicando

Sua alma, sua integridade, seu corpo

Quando isso acontece

Certos problemas e doenças

Simplesmente desaparecem

Porque você deixou

De agredí-lo, maltratá-lo, ignorá-lo

E decidiu, talvez, pela primeira vez

Amá-lo, respeitá-lo, adorá-lo

Como nunca antes havia feito.


Paula Teshima

São Paulo, 24 de fevereiro de 2019 

www.paulateshima.com

0 visualização

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.