Quando Senti Paz de Espírito Morando na Cidade

Que alívio! É essa a sensação que eu sinto ultimamente aqui em São Paulo devido a quarentena... tanto em questões auditivas - menos barulho, mais paz e tranquilidade, tanto quanto em questões energéticas - menos energia negativa no ar...  Agora parece que todo dia é domingo...


Moro num local onde há muitas lojas, bancos, farmácias, supermercados, padarias, lanchonetes, avenidas movimentadas, barulho de ônibus, buzinas, crianças gritando no parquinho... o que é ótimo para sair a pé e fazer uma caminhada. Porém, o lado negativo de viver numa zona urbana movimentada, próximo do local de trabalho dos outros, é o surgimento de uma egrégora densa, negativa, carregada de estresse, medo, preocupação, agitação, cansaço... 


Por isso que recomendo procurar um local bem afastado do seu próprio trabalho ou do local onde as outras pessoas vem trabalhar. Trabalhar em casa nem pensar! Se você busca o conforto de não ter que sair de casa e enfrentar o trânsito todos os dias, ok, mas saiba que, por outro lado, estará aos poucos prejudicando a sua saúde, em todos os sentidos. Geralmente, quando algo é muito bom, também há o lado em que é muito ruim. E este lado muitas pessoas esquecem, não acreditam ou ignoram. Somente depois de anos e anos vivendo dessa forma, sinais nada agradáveis começam a surgir. Frequentemente olham os aspectos físicos, a idade, os maus hábitos, os vícios, a falta de atividade física, a má alimentação... Só que muitas dessas pessoas nem imaginam o que pode ter causado ou contribuído intensamente com esses problemas.

Apenas um domingo semanal ou um dia de feriado, não é o suficiente para a natureza "limpar" a energia dessa região, devido a intensa carga negativa. Ela até tenta limpar constantemente através das chuvas torrenciais, trovões ou a luz solar. Mas isso são "remédios" para curar apenas os sintomas que o homem desequilibrado emana. É como um medicamento que você ingere para aliviar uma dor aguda. É apenas momentâneo. É um socorro emergencial. Não é a toa que nesses dias de quarentena, o céu está mais limpo, menos poluído e tem chovido bem menos ou quase nada.

Você não consegue descansar no seu lar se este lar vive num bairro rodeado de energia densa... Por mais que se esforce em meditar, relaxar, ouvir música relaxante, tomar um bom banho quente, fazer massagem... a energia negativa a que refiro sempre estará em volta da sua residência. Consequentemente, terá muito mais dificuldade de recuperar suas energias após um dia desgastante de trabalho, se relacionar bem com seus familiares e ter um ótimo sono reparador. 


Se você mora num local desses e não se prepara adequadamente para dormir, as chances são de que o seu sono está totalmente comprometido. E sabemos que uma ótima noite de sono é fundamental para termos um excelente desempenho em tudo o que fizermos. Mas, infelizmente, o homem vem acreditando que o melhor é ter tudo pertinho de casa, adquirir um monte de novidades tecnológicas que ajudam no dia a dia como, por exemplo, microondas, celular, antenas (que ficam no topo dos prédios - não imaginam o quanto isso prejudica todas as pessoas que estão abaixo delas)... morar perto da cidade em apartamentos cada vez menores e apertados... Tantos as empresas como os consumidores só olham o lado bom, confortável, rápido, lucrativo... não estão nem aí para as consequências a longo prazo. E a mídia - rádio, televisão, filmes, séries, propagandas... contribuem para incutirem, através de mensagens apelativas e subliminares, a necessidade e os benefícios de termos isso em nossa vida. 


Atualmente, as pessoas estão adoecendo cada vez mais cedo, adultos jovens tendo dores e doenças de idosos... adivinha quem se beneficia com isso? A indústria farmacêutica! Lucrando cada vez mais e mais em manter as pessoas viciadas e dependentes nos medicamentos que produzem. Ela deixa as pessoas doentes mais cedo, e também consegue prolongar a expectativa de vida... ou seja, não quer que as pessoas morram logo, senão irá perder consumidores em potencial.

Enfim, apenas ficando vários dias seguidos sem sentir a energia negativa pairando no ar próximo a minha casa, pude notar o quanto me senti melhor, mais disposta a fazer coisas que antes não estava afim, inclusive a raciocinar melhor. E pra mim, essa quarentena não mudou nada no meu dia a dia. Continuei fazendo o que sempre faço todos os dias, trabalhando, me exercitando, fazendo compras... mas com o detalhe de ter muito mais energia, foco e alegria.

Pode ser que nem todos irão notar essa diferença no "ar", talvez pessoas mais sensíveis e ligadas nas energias, no mundo espiritual... poderão ter mais facilidade em perceber essas nuances mais sutis.


Ah se fosse sempre assim... pra mim não impactou nada no meu trabalho... até melhorou! É sobre isso que irei relatar no próximo post. Quem foram as pessoas mais afetadas com isso e o que quer dizer? Qual a lição? Qual o aprendizado?


Paula Teshima 


São Paulo, 1 de abril de 2020 

www.paulateshima.com

2 visualizações

E-mail:

contato@paulateshima.com

Whatsapp:

(11) 99881.0280

Seg - Sex: 14:00 - 00:00

​​Sábados: 14:00 - 19:00

​Domingos e Feriados: 14:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
Para entrar em contato com a Paula ou sua equipe, utilize o formulário abaixo.

© 2009-2020 Paula Teshima - Todos os direitos reservados.